quinta-feira, 27 de outubro de 2011

JOGUE-SE AO MAR PROFUNDO

"Não se pode viver sem fé. Vez após vez nos é dito: 'o justo viverá pela fé'. E se Deus deu a você muita fé, meu prezado irmão, então pode esperar muitas provas, pois à medida que cresce a sua fé, terá que trabalhar mais e suportar mais.

Os barquinhos pequenos podem permanecer perto da costa, mas se Deus transforma você em um grande barco, carregado de ricas mercadorias, é porque Ele quer que você saiba o que são as grandes ondas como também que você conheça o que é uma grande tempestade." (C. H. SPURGEON - o príncipe dos pregadores).

terça-feira, 18 de outubro de 2011

NO UNIVERSO DE DEUS

"Porque nele vivemos, e nos movemos e existimos..." Atos 17.28. NINGUÉM ESCAPA DO UNIVERSO DE DEUS, nem os ateus. Eles podem criar "bolhas" teóricas para tentar viver à parte, porém eles sempre estarão no UNIVERSO DE DEUS.


Nem o Diabo vive fora do universo de Deus. Pois é, até Satanás está rodeado por Deus. ELE SÓ FAZ O QUE DEUS PERMITE ELE FAZER.

Prof. João Moreno de Souza Filho.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

IGREJAS EVANGÉLICAS E CATÓLICA PODEM REVOLUCIONAR A EDUCAÇÃO NO BRASIL

No seminário internacional da Mobilização Social Pela Educação, em Fortaleza, CE, Heather Weiss, Diretora do Harvard Family Reseach afirmou, categoricamente, que a melhoria da educação só é possível com o envolvimento da escola, da igreja, da comunidade e do Estado.

No Seminário foi falado sobre a importância da participação
das igrejas para a melhoria da educação no Brasil.

Esta união já é realidade na Mobilização no Brasil, pois, diversas igrejas evangélicas (principalmente a Assembléia de Deus) e a Igreja Católica dão grande apoio às ações da Mobilização.

Em Pindamonhangaba, SP, por exemplo, A Assembléia de Deus, Ministério Belém, na pessoa do pastor Euclides Vaz Jùnior, pastor Presidente, tem aberto as portas para o comitê e tem participado das ações, inclusive com suporte financeiro e logístico.


Da esquerda para a direita: Prof. João Moreno e Pastor Euclides Vaz Júnior,
pastor Presidente da Assembléia de Deus, ministério Belém e grande
incentivador da Mobilização Social Pela Educação, em Pindamonhangaba-SP.
 Essa presença assembleiana se mostrou forte no seminário em Fortaleza, com a presença do Presidente da Comissão de Educação e Cultura da CGADB (Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil), pastor Douglas Roberto de Almeida Baptista. Para o pastor Douglas, é muito importante que a Assembléia de Deus vá além dos limites dos templos, na área da educação, e o Seminário Internacional da Mobilização ajudará neste objetivo.
Pastor Douglas Roberto, incentivador da Mobilização
Social Pela Educação na CGADB.

A presença da Igreja Católica também foi muito marcante no seminário. O Sr. Ademir Gimenez Peres, coordenador da Mobilização Social Pela Educação na Zona Leste, São Paulo, coordenador da Diocese de São Miguel Paulista, tem realizado um grande trabalho com a Igreja Católica. Para ele, um seminário como o que ocorreu em Fortaleza só fortalece as ações da mobilização no Brasil.
Ademir Peres, forte mobilizador da Igreja Católica
na Zona Leste de  São Paulo.

Estas ações católicas se estendem por todo o Brasil. Adreia Aparecida de Morais, de Três Lagoas, MS, mobilizadora da educação e pertencente ao movimento Católico Carismático, é um exemplo disto. Como católica carismática ela se demonstrou entusiasmo no seminário, e o que marcou sua vida foram os exemplos e as várias idéias que ela está levando para fortalecer suas ações em Três Lagoas.
Andreia Aparecida, Mobilizadora da Igreja Católica
e da Votorantim, em Três Lagoas, MS.

Esses exemplos deixam claro que as igrejas estão, cada vez mais, abraçando a causa da educação, e de acordo com Heather Weiss, isto é muito poderoso e pode revolucionar a educação no Brasil.

Por: Prof. João Moreno de Souza Filho.

SEMINÁRIO INTERNACIONAL DA MOBILIZAÇÃO SOCIAL PELA EDUCAÇÃO

Nos dias 12 – 14 de outubro de 2011, participei do 1° SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE MOBILIZAÇÃO SOCIAL PELA EDUCAÇÃO, EM FORTALEZA-CE.

Eu (prof. João Moreno) no Stand do Comitê da Mobilização Social Pela Educação de
Pindamonhangaba-SP. 

Com o tema INTERAÇÃO ENTRE A FAMÍLIA, ESCOLA E A COMUNIDADE, o seminário contou com palestrantes nacionais e internacionais e reuniu 500 pessoas de todos os Estados do Brasil e do Distrito Federal, incluindo dezenas de secretários de educação, centenas de professores e mobilizadores da educação.

500 pessoas de todo o Brasil participaram do Seminário.

Na abertura do seminário houve um protesto dos professore do Estado do CE, que lutam por melhoria salarial, e nesta luta sofreram dura repressão da Polícia Militar. Para o professor Armando Viana Alves, “investir em edifício é uma plataforma eleitoreira, já o salário dos docentes não gera visibilidade”, porém, de acordo com Viana, “O PROFESSOR É A ALMA DA EDUCAÇÃO”.


Professores do Ceará, protestando por melhores salários.

Após o protesto, o Secretário Executivo Adjunto do Ministério da Educação, Sr. Francisco das Chagas,  falou sobre a importância de se cuidar bem dos professores. Em suas palavras ele destacou pontos importantes na valorização dos professores: salário, carreira, condições de trabalho, etc.

Francisco das Chagas - Salário, Carreira e Condições de Trabalho
são importantes na valorização do professor.

Ao falar sobre a mobilização e suas características, Bernardo Nieto, Especialista em Mobilização e Reformas Educacionais, da Colômbia dise que “toda mudança social exige mudança de estilo de vida, de ideologia, de cultura.”, aplicando para a educação, podemos dizer que a educação brasileira só mudará, de fato, se houver uma mudança profunda nos ideais dos pais, de todos os brasileiros, no que concerne a educação. Na verdade, se todos os brasileiros valorizarem educação da mesma forma que valorizam o futebol, com certeza haverá uma revolução educacional no Brasil.

Ao falar sobre a educação nos Estados Unidos, Heather Weiss, Diretora do Harvard Family Reseach Project, disse, por teleconferência que “o envolvimento familiar não é só um programa, deve ser algo continuado”. De acordo com Weiss, “este processo é muito poderoso na educação das crianças, e deve envolver não somente as famílias, mas o Estado, as igrejas, toda a sociedade.” Para ela, “a educação é um processo para a vida inteira”. Ela ainda falou sobre os ingredientes que dão sucesso na educação nos Estados Unidos: Diretores com liderança, clima que apóia a aprendizagem, professores bem preparados, forte currículo escolar, o que gera grande fonte de aprendizagem e envolvimento com a família e a comunidade.
Norman Gall - Instituto Fernand Braudel.

Norman Gall, diretor do Instituto Fernand Braudel disse em seu discurso que os pais precisam perguntar aos Deputados Federais e Estaduais, aos Governadores: por que tantos professores faltam nas escolas públicas? Em suas palavras ele disse que há diretores que não entram na sala de aula, o que é um ponto negativo.

Em sua crítica, Gall perguntou: Por que a classe política dá tão pouca atenção aos problemas da educação? E concluiu dizendo: “a responsabilidade está com os pais. Eles devem pressionar os governantes para que a educação melhore.”

O ponto alto do evento se deu no dia 14, com a palestra de Bernardo Toro, Filósofo e educador colombiano, um dos mais importantes pensadores e autores sobre educação e democracia na América Latina. Em seu discurso, Toro disse que “Todo sistema de qualidade deve ter um norte Ético”, querendo dizer que para a educação melhorar, é importante que a ética seja a base de todo o sistema educacional.

Toro, em seu discurso disse que para a melhoria da educação brasileira são necessários: bons políticos, bons educadores e boa industria cultural que envolve bons escritores, desenhistas, artistas, ilustradores, etc. É esta industria que alimentará a educação com os saberes necessários.

Ao exaltar os educadores, Toro disse que docente é o pior nome que um educador pode ter. Para ele, “a profissão do educador não se limita a dar aula, mas consiste em garantir que os alunos aprendam o que tem que aprender no tempo que precisam aprender.


BERNARDO TORO - "para a educação melhorar são necessários:
bons políticos, bons educadores, boa industria cultural."

Toro disse, ainda, que “para a educação brasileira melhorar é importante que os filhos dos políticos estudem em escola pública.” Sobre este ponto eu não concordo, pois há problemas que transcendem à presença dos filhos dos políticos em escola públicas cujas raízes são culturais, estão presentes na estrutura familiar brasileira, etc.

Porém uma coisa é certa, se todos dermos as mãos: igrejas, comunidade, escola, o entes federados, melhoraremos, sem dúvida, a educação brasileira. Porém é um investimento para gerações que não pode excluir a ampliação de recursos para a educação que defendo que seja de 10% do PIB.

Ao final do encontro, Linda Goulart, líder da Mobilização no Brasil e Assessora especial do Ministro da Educação, disse que o encontro "é uma comemoração da maior idade da Mobilização Social Pela Educação", e festejou o fato de hoje, termos parcerias com secretarias de educação em todo o Brasil.


Professora Linda Goulart.

Professor João Moreno de Souza Filho

Jornalista,

Psicopedagogo.

Acessem:
http://www.comitepinda.blogspot.com/



sábado, 15 de outubro de 2011

SER EDUCADOR

Ser educador transcende aos atos de dar aula, avaliar, corrigir provas, isto porque educar é:

Ensinar a aprender;


Transformar mentes;


Desconstruir ideologias arcaicas e plantar a sabedoria que transforma a vida, os sistemas;


Instrumentalizar para a vida;


Dar significado aos significados;


Plantar e regar a semente da esperança na vida dos alunos machucados por uma realidade econômica cruel, que machuca a alma e dilacera o espírito;


Mostrar o caminho para o futuro e fortalecer os alunos nesta caminhada;

Ser educador é ... bem, não há limites para dizer o que significa ser um educador.

Por isso, professores, bem, digo, EDUCADORES, não nos curvemos à má gestão pública, à falta de apoio dos governos e da sociedade, pois vocês são EDUCADORES, e isso por si só já nos ENCHE DE ORGULHO PELO QUE SOMOS E PELO QUE FAZEMOS.

Parabéns professor pelo seu dia.

Abraços a todos.

(Prof. João Moreno.)

sábado, 1 de outubro de 2011

CONCRETO E EDUCAÇÃO NO GOVERNO BRASILEIRO

É correto o Governo investir bilhões do suado dinheiro público em estádios de futebol PARA SATISFAZER A EMOÇÃO PASSAGEIRA DE MUITOS (SÓ DURA UM MÊS), enquanto há milhares de escolas públicas sem estruturas adequadas, milhares de professores em depressão e milhões vivendo abaixo da linha da pobrezA?

QUAIS DEVERIAM SER AS PRIORIDADES DIANTE DAS NECESSIDADES DO NOSSO PAÍS?

SERÁ QUE PAR...A NOSSO GOVERNO CONCRETO VALE MAIS DO QUE GENTE?

Abraços a todos.

Prof. João Moreno

QUERO COMPRAR O LIVRO DECIFRANDO OS CÓDIGOS DO MAL

Código para o site